Adrenalina: veja 10 praias com ondas gigantescas para o surfe

Surfar pode ser tão divertido e agradável quanto perigoso, dependendo da escolha do lugar. Alguns pontos, ou “spots”, no vocabulário dos surfistas, têm ondas impressionantes, que apenas surfistas corajosos e muito experientes podem encarar. Conheça dez pontos do planeta que são temidos até por praticantes do esporte.

Banzai Pipeline, Havaí
Situado no litoral norte da ilha havaiana de Oahu, Banzai Pipeline, mais conhecido como Pipeline, é um spot de surfe com algumas das ondas tubulares mais perfeitas, mas também perigosas e mortais do planeta. Situado sobre uma barreira de coral frente à praia de Banzai, o local contabiliza várias mortes de surfistas experientes. Apesar do perigo, Pipeline é um dos destinos com os quais sonham surfistas do mundo inteiro.

Ghost Trees, Estados Unidos
Ghost Trees, no norte da Califórnia, tem águas geladas e infestadas de tubarões, com umas das ondas mais pesadas do litoral dos Estados Unidos. A energia vinda do Pacífico faz com que a ondas atinjam um tamanho de mais de 20 metros, oferecendo um grande perigo aos corajosos surfistas que se aventuram nelas.

Mavericks, Estados Unidos
Mavericks é um dos grandes nomes a serem encarados pelos surfistas de ondas gigantes. Desde o alto das falésias do norte da Califórnia, curiosos assistem enquanto surfistas arriscam suas vidas e desafiam ondas de quase 30 metros com águas que raramente ultrapassam os 15 graus, com pedras enormes no fundo do mar. Em 1994, estas ondas causaram a morte da lenda do surfe havaiano Mark Foo.

Teahupoo, Tahiti
Situado na ponta sudoeste do Tahiti, principal ilha da Polinésia Francesa, Teahupoo é um dos spots mais desafiantes do planeta. A 60 metros da costa, as ondas de Teahupoo quebram sobre corais afiados que podem provocar cortes, além do forte volume de água de ondas gigantescas.

Waimea, Havaí
O litoral norte de Oahu tem alguns dos melhores pontos de surfe de todo o Havaí. Descendo a Kamehama Highway desde Pipeline, encontra-se um dos principais e mais conhecidos pontos do arquipélago: Waimea Bay. Ícone de ondas gigantes, Waimea se torna uma armadilha quando ondas de mais de 10 metros quebram em toda praia, impedindo surfistas de voltar para antes da arrebentação.

Shipstern Bluff, Tasmânia
Se existe um spot no mundo que pode competir com Teahupoo em relação ao tamanho e à perfeição das ondas, esse é Shipstern Bluff, na Tasmânia. Claro que a adrenalina vem sempre com perigos como pedras, corais e tubarões, além do jeito diferente no qual as ondas quebram, com água gelada durante boa parte do ano.

Dungeons, África do Sul
O litoral da África do Sul tem excelentes pontos de surfe que atraem surfistas do mundo inteiro. Perto de Hout Bay, em Cape Town, Dungeons tem uma das direitas mais pungentes do planeta, além uma forte correnteza que pode arrastar as pessoas até águas infestadas de tubarões, atraídos até o local pela existência de uma colônia de focas nas redondezas.

Cyclops, Austrália
A sete horas de barco de Perth, no oeste da Austrália, Cyclops tem ondas consideradas como as mais violentas do planeta, com um formato diferente de qualquer outro no mundo. O spot tem ondas imensas que empurram os surfistas para corais no fundo do mar. Está entre os pontos mais protegidos e inexplorados por surfistas.

Ours, Austrália
Ao sul de Sydney, no Parque Nacional de Kurnell, Ours tem algumas das ondas mais temidas por surfistas do mundo inteiro. Direitas poderosas quebram frente a uma falésia, além de desafios como com pedras e corais. O ponto também é dominado pelos Bra Boys, membros de gangues australianas que não gostam nem um pouquinho quando estrangeiros os atrapalham enquanto surfam.

New Smyrna, Estados Unidos
Apesar de ser o principal spot de surf da Flórida, New Smyrna tem ondas que parecem inofensivas quando comparadas às outras desta lista. O verdadeiro perigo de pegar ondas em New Smyrna, no litoral leste do estado, são seus numerosos tubarões, que atacam com frequência os surfistas locais.

Fonte: TERRA Turismo

Deixe uma resposta