Skip to main content

Como o prazer imediato pode impedir a vitoria

Esforço, atenção, responsabilidade, são pré-requisitos para alcançar metas. Essas competências se traduzem em atitudes de vigilância, que nos ajudam a não cair em tentação.

Jael Coaracy

 

Para chegar onde queremos, precisamos estabelecer metas. Uma forma de autosabotagem é atender aos desejos do momento deixando as prioridades de lado.

Abrir mão de um prazer imediato em prol de um prazer maior mais adiante é ter inteligência emocional.

O sucesso nos projetos pessoais e profissionais implica em deixar de lado gratificações passageiras e dar o melhor de si para realizá-los.

Se você não conseguir, é importante perceber as forças que atuam dentro de você, e identificá-las.

Pode ser que um lado seu queira cumprir a meta, mas outro lado, esteja sabotando o primeiro. Quando duas forças opostas brigam na mente, uma delas prevalecerá sobre a outra.

Deixar o trabalho para depois… comer demais… passar horas na internet, assistindo tevê… priorizar a diversão… não recusar um convite… acordar tarde… etc…são receitas infalíveis de como não realizar objetivos.

Para acionar o alarme interno que avisa quando você começar a se afastar da direção a seguir, precisa estar em contato com suas emoções.

Informações sobre sua geografia emocional podem ser usadas preventivamente, evitando as tentações dos prazeres imediatos.

O sucesso requer a capacidade de manter o foco na rota desejada, mantendo-se em movimento rumo à conquista dos seus objetivos.

Deixe uma resposta